Pilates

Pilates
Studio Ki

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

1.157 espécies da flora e da fauna em Sorocaba foram identificadas

Sorocaba se destaca como um dos poucos municípios do Estado a promover este tipo de iniciativa

Iniciativa da Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), o levantamento identificou 1.157 espécies da fauna e da flora na cidade. A lista completa com as espécies será publicada no jornal Município de Sorocaba desta sexta-feira (23).
Iniciado durante o Workshop Biodiversidade no Município de Sorocaba, em junho deste ano, o trabalho de levantamento reuniu 48 professores e pesquisadores de 11 instituições entre universidades, órgãos ambientais e entidades, englobando trabalhos de iniciação científica, dissertações e teses, além de livros e artigos publicados. "Esse é um trabalho muito importante, pois agora temos dados da biodiversidade do nosso município. Iniciativas como essa podem servir de exemplo para outros municípios brasileiros. Parabéns a todos os profissionais envolvidos", elogia Jussara de Lima Carvalho, secretária do Meio Ambiente.
O resultado será uma publicação referência prevista para outubro deste ano, em formato de livro, sobre o levantamento de estudos em relação à diversidade nos ecossistemas terrestres e aquáticos no município. Com isso, Sorocaba se destaca como um dos poucos municípios do Estado de São Paulo que promovem este tipo de iniciativa, facilitando o acesso dos cidadãos a este tipo de informação e criando um instrumento de pesquisa de referência.

"Esse documento é muito importante para termos embasamento para planejarmos e tomarmos decisões para o futuro do meio ambiente de Sorocaba. Hoje temos remanescentes de Mata Atlântica e Cerrado, mas precisávamos de subsídios para podermos desenvolver políticas públicas na questão da biodiversidade do nosso município. Agora já temos", afirmou Welber Smith, diretor de Educação Ambiental da Sema.
Welber Smith já foi responsável por um grande trabalho de pesquisa na vida do Rio Sorocaba e o resultado está no livro "Os Peixes do Rio Sorocaba"

Participaram professores da Universidade Federal de São Carlos (câmpus Sorocaba), Universidade Estadual Paulista (câmpus Sorocaba), Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (câmpus Sorocaba), Universidade Paulista (Unidade de Sorocaba), Universidade de Sorocaba, Universidade Estadual de Santa Cruz, Universidade de Coimbra, University of St. Andrews, além da Secretaria do Meio Ambiente, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e da Ordem dos Advogados do Brasil.

Saiba algumas curiosidades
Como resultado desse levantamento, a Secretaria do Meio Ambiente destaca algumas curiosidades, como a ocorrência da cuíca-três-listras (Monodelphis iheringi), que está ameaçada de extinção e é o animal símbolo do Parque Natural Municipal Corredores de Biodiversidade "Marco Flávio da Costa Chaves", a primeira unidade de conservação de Sorocaba, localizada na Zona Norte da cidade.
A cuíca-de-três-listras foi eleita o animal símbolo do parque graças a um trabalho de estudo de manejo ambiental realizado pela USP, em parceria com a Prefeitura, em fevereiro de 2012, quando pela primeira vez pesquisadores encontraram um exemplar da espécie na região de Sorocaba.
De acordo com a Sema, existem poucos registros da espécie em toda a América do Sul. Trata-se de um marsupial de pequeno porte, chegando a aproximadamente 10 centímetros de comprimento. São animais pouquíssimo estudados, que vivem no solo da floresta alimentando-se, principalmente, de artrópodes, como aranhas e insetos, e pequenos frutos.
O ciclo de vida da cuíca é bastante curto, semelhante ao de um roedor, porém, sua reprodução não é tão eficiente, sendo animais raros por natureza. Considerando-se o grau de ameaça, além de restrita, a espécie encontra-se na lista de animais ameaçados de extinção, numa categoria vulnerável.
Além disso, foram identificadas em Sorocaba 9 espécies diferentes de beija-flores, 9 espécies de morcegos e a ocorrência do jacaré-do-papo-amarelo (Caiman latirostris) no rio Sorocaba e áreas alagadas.
Já o peixe Tabarana (Salminus hilarii), espécie migradora do mesmo gênero do Dourado, é uma das espécies encontradas no rio Sorocaba que pode ser considerada indicadora de boas condições do manancial.
Além disso, foi observado também que algumas espécies vegetais inventariadas constam em listas de espécies ameaçadas e ocorrem naturalmente no município, sendo inclusive utilizadas na arborização urbana. Entre elas, a copaíba (Copaifera langsdorfii), o jacarandá paulista (Machaerium villosum) e o cedro rosa (Cedrella fissillis).

Confira a lista em detalhes:

Número total de espécies: 1157

Número total de espécies vegetais: 555

Número total de espécies animais: 602

Número total de espécies vegetais (Angiospermas): 441

Número total de espécies de Fitoplâncton: 114

Número total de espécies de Zooplâncton: 21

Número de espécies de Aracnídeos: 58

Número de espécies da Classe Insecta: 65

Número de espécies da Classe Chilopoda: 03

Número de espécies da Classe Malacostraca: 02

Número de espécies de Peixes: 53

Número de espécies de Anfíbios: 23

Número de espécies de Répteis: 49

Número de espécies de Aves: 280

Número de espécies de Mamíferos: 48

Número de espécies nativas: 1.124

Número de espécies exóticas introduzidas: 36

Leia Mais