Pilates

Pilates
Studio Ki

sábado, 13 de julho de 2013

Romaria de Aparecidinha em Sorocaba, saiba como começou a tradição

Confira também a programação da Romaria para este domingo

História:
A romaria é realizada há 114 anos. Dados indicam que o movimento de católicos ao bairro de Aparecidinha, em romaria, teve início em 1804, de forma descontinuada. Foi em 1852 que o jornal "O Defensor" citou o evento como uma tradição na qual o costume era levar a imagem de Nossa Senhora Aparecida para o centro da cidade em momentos difíceis, como nos períodos de seca, enchentes ou epidemias. Era a fé e o louvor buscando ajuda celestial.
Durante o surto da febre amarela, no final do século XIX, os devotos de Nossa Senhora pediam a cura da doença e isso sedimentou o costume de se levar a santa até a cidade para abençoar o povo.
Neste período, Monsenhor João Soares, pároco da Matriz Nossa Senhora da Ponte (atual Catedral) fixou as datas da Romaria: 1 de Janeiro, saindo da Igreja de Aparecidinha para a Catedral e o segundo. domingo de Julho para o retorno da santa ao Centro de Sorocaba.
Milhares de pessoas participam da procissão todos os anos em veneração à Nossa Senhora Aparecida, em agradecimento e em súplica.

Programação:
Neste domingo dia 14, a programação começa às 5h, quando o arcebispo metropolitano Dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues vai celebrar uma missa na Catedral. Em seguida, a imagem da padroeira será levada ao bairro Aparecidinha. Chegando ao santuário, os fiéis participam de outra missa.

Trânsito:
A Urbes, empresa pública que administra o trânsito e o transporte em Sorocaba, montou um esquema especial. Neste sábado (13), à partir das 22h, será feita a interdição das ruas Joaquim Machado e Otávio Félix Pereira, além do Largo Antônio José da Silva para a montagem das barracas para o evento.
À partir das 7h de domingo, também será interditado o acesso à rua Joaquim Machado e os motoristas deverão desviar pela rua Seiki Murakami. Os técnicos da Urbes vão sinalizar os locais, que também terão a presença de agentes de trânsito. As vias só serão liberadas no domingo à noite, após o término da festa.

Ônibus especiais:
Também será implantado um esquema especial para atender os usuários do transporte coletivo.  Serão criadas viagens extras partindo do bairro para o Terminal nas linhas 28 – Mineirão às 04h20min e 05h10min, 46 – Paineiras às 04h40min e 05h18min, 55 – Rodrigo às 04h00, 58 – Vitória Régia às 03h50min e 62 – São Bento às 03h50min e às 05h30min.
Partindo do terminal São Paulo para o bairro será criado uma viagem na linha 31 – Cajuru às 04h20min e na linha 30 – Brigadeiro Tobias às 4h30min. A linha 38 – Aparecidinha/via Éden também irá operar com tabela Especial ofertando intervalos de 70 minutos até às 16h50min.
Logo no início da procissão as linhas que percorrem as avenidas São Paulo e Nogueira Padilha e as ruas Newton Prado e Padre Madureira, além da avenida Carlos Reinaldo Mendes irão sofrer desvios temporários para a passagem dos fiéis.
Do terminal Santo Antonio, plataforma P.02, Ponto “G”, partirão carros extras seguindo para o evento via Marginal Dom Aguirre (onde não haverá pontos de parada), e os desembarques ocorrerão na rua do Terço (Praça Prof. João Oscar Mascarenhas), ponto este que os usuários deverão utilizar para retornar ao Terminal Santo Antonio.

Leia Mais