Pilates

Pilates
Studio Ki

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Hipermercado Extra deixa de funcionar 24 horas

Decisão é resultado de baixo consumo durante a madrugada

O Extra Hipermercado anuncia que a partir da próxima segunda-feira dia 28, terá o horário de atendimento reduzido. A unidade do Extra, em Santa Rosália, ficará aberta das 7 horas à meia-noite. Uma placa no local indica a mudança aos clientes. O Extra é o único hipermercado que funciona 24 horas na cidade, Instalado nas dependências da antiga fábrica da Companhia Nacional de Estamparia (Cianê), o hipermercado pertence ao Grupo Pão de Açúcar e conta com praça de alimentação, academia, posto de combustível, drogaria, área de lazer e galeria de lojas. A rede possui também uma unidade no Parque Campolim, nas margens da rodovia Raposo Tavares, e minimercados na avenida Itavuvu, avenida Independência e na rua Souza Pereira, no Centro.

Em seu site, a rede destaca que o Extra João Dias, no Jardim São Luís, na Capital, foi o primeiro do País a funcionar por 24 horas ininterruptas em 1997. Porém, atualmente, a unidade atende das 7 horas à meia-noite. Segundo os dados, são 130 hipermercados, 203 supermercados, 73 postos de combustível, 147 drogarias e 67 unidades de proximidade, que incluem os minimercados, nas Regiões Sudeste, Sul, Nordeste e Centro-Oeste. Em Sorocaba, já foram registrados casos de furtos, roubos e sequestros no estacionamento da unidade em Santa Rosália, que nos últimos anos deixou de ter o controle de acesso por cartões, agora as cancelas abrem automaticamente.

Em nota, o Grupo Pão de Açúcar informa que a decisão de mudança no horário de atendimento foi baseada em estudos sobre o comportamento dos consumidores, cuja adesão às compras durante a madrugada é baixa. A rede destaca que as unidades têm o horário comercial definido a partir do perfil da região. Quanto a possíveis demissões de funcionários, o grupo afirma que o quadro será remanejado de acordo com a escala de funcionamento das unidades, mas não informou o número de desligamentos. Também não respondeu se as ocorrências registradas no estacionamento influenciaram na decisão, mas frisou que os serviços através da internet continuam disponíveis normalmente.

Leia Mais