Pilates

Pilates
Studio Ki

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Primeira morte por Influenza A/H1N1 em Sorocaba


Sorocaba registra a primeira morte por Influenza em 2013, foram notificados 16 casos suspeitos

A Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES) confirmou na manhã desta quarta-feira (8) a primeira morte por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no município neste ano. Trata-se de uma pessoa do sexo feminino e o vírus identificado foi o Influenza A/H1N1. O óbito ocorreu no último dia 25 de abril.

O resultado de exame, emitido pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, chegou à Vigilância Epidemiológica (VE) no fim da tarde da terça-feira (7) e foi divulgado à imprensa em entrevista coletiva concedida pelo prefeito Antonio Carlos Pannunzio; pelo secretário da Saúde, Armando Raggio, e pela diretora da Área de Vigilância em Saúde da SES, Daniela Valentim dos Santos.

A paciente tinha 52 anos e foi internada, no dia 24 de abril, com quadro grave, em um hospital da rede particular de Sorocaba. Segundo a VE, o tratamento foi feito corretamente e a paciente teve toda a assistência necessária. A paciente fazia parte do grupo de risco, por ser obesa, ter diabetes e doença cardiovascular.

De acordo com dados da VE, desde o início do ano até esta quarta-feira (8), foram notificados 16 casos suspeitos de Influenza em Sorocaba, sendo que foram 12 descartados, um confirmado e três ainda estão em investigação.

COMO SE PREVENIR: 

A SES reforça a orientação de que toda a população deve manter os cuidados preventivos contra as doenças de transmissão respiratória: higienizar as mãos com água e sabão ou com álcool gel, principalmente depois de tossir ou espirrar, depois de usar o banheiro, antes de comer, antes e depois de tocar os olhos, a boca e o nariz; evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies potencialmente contaminadas, como corrimão, bancos, maçanetas; evitar proteger a tosse e o espirro diretamente com as mãos, utilizando preferencialmente lenço de papel descartável e manter hábitos saudáveis, como alimentação balanceada, ingestão de líquidos e atividade física. Pessoas com síndrome gripal devem evitar contato direto com outras pessoas, aglomerações e ambientes coletivos.

Além disso, as pessoas que fazem parte dos grupos contemplados pela Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, que termina oficialmente nesta sexta-feira (10) e que ainda não tomaram a vacina, devem procurar qualquer uma das 31 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade para receberem a sua dose anual. São elas: os adultos maiores de 60 anos, crianças de seis meses a dois anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto (em puerpério), profissionais de saúde e pessoas que têm doenças crônicas (que devem apresentar prescrição médica).

A SES recomenda ainda que as pessoas que apresentarem os sintomas de síndrome gripal (febre, coriza, dor de garganta, falta de ar) procurem assistência médica.

Leia Mais